Barra Bonita > Livro - 100 anos de histrória

A CONFERÊNCIA DE SANTO ANTONIO DA SOCIEDADE SÃO VICENTE DE PAULO

A CONFERÊNCIA DE SANTO ANTONIO DA SOCIEDADE SÃO VICENTE DE PAULO
LAR SÃO VICENTE DE PAULO - FUNDAÇÃO 8 DE JUNHO DE 1958

A preocupação com os pobres e carentes e com a velhice desamparada, inspirou a fundação da entidade que, como todas do gênero, luta até hoje pela manutenção e sobrevivência dela própria e de seus assistidos.
Sua finalidade meritória tem sido alcançada graças ao espírito de solidariedade e fraternidade de seus fundadores e daqueles que, ao longo dos anos, vem atendendo aos apelos da Diretoria, dando sua colaboração humanitária e financeira para que esse atendimento seja eficiente.
A iniciativa de fundação dessa entidade em 8 de junho de 1958 coube ao Padre Lauro Gurgel, Vigário da Paróquia e contou com a participação dos Vicentinos de Mineiros do Tietê, na reunião durante a qual foi eleita a primeira Diretoria que "aceitou o desafio" de levar adiante os propósitos do idealizador Antonio Frederico Ozanan, fundador da Primeira Conferência Vicentina em Paris - França no dia 23 de abril de 1833. De acordo com a Ata nº 1, esta foi a Diretoria
fundadora: Presidente, Hermínio de Lima; Vice-Presidente, Israel Rodrigues do Prado; Tesoureiro, Severiano Orestes Domeneghetti; Secretário, Benjamin Palmezan. Membros: Eloy Stangherlin, Euclides Scapin, José Celestrino, Rafael Cisneiro Campos.
Lidar com a pobreza, doença, velhice e problemas financeiros não é fácil, nem agradável. Talvez por isso, o número de Vicentinos sempre foi pequeno. Pelo livro de atas das reuniões se constata que, "sempre os mesmos", com pouquíssimas alterações, os confrades vão desenvolvendo suas atividades. Ao longo desses anos, incansavelmente, lá permanecem, entre outros: Armando Chiaramonte (desde 1959), Manoel da Cunha Caldeira, José Souza e Silva, João Eugênio Bressan e Aristides Frollini, trabalhando em prol da manutenção daquela entidade.
Para construção do Lar, os Vicentinos contaram com a sempre pronta e indispensável colaboração da Usina da Barra S/A Açúcar e Álcool, na pessoa de seu Diretor Superintendente, Comendador Orlando Chesini Ometto, que doou uma área de 2.500 m² no prolongamento da Rua Salvador de Toledo, hoje Rua Amantino de Godoy, esquina com a Rua Martha Maria.
A pedra fundamental foi lançada em 19 de junho de 1962 e grande foi o trabalho das Diretoras, com rifas, campanhas, promoções, livro de ouro de doações e toda sorte de eventos para arrecadação de fundos, no sentido de concluir a obra. A população atendeu e o Poder Público, na pessoa dos prefeitos: Hermínio de Lima, Vicente Zenaro Manin, Dr. Clodoaldo Antonangelo e Dr. Wady Mucare, também colaborou para que o objetivo fosse atingido.
A inauguração do Lar São Vicente de Paulo deu-se festivamente no dia 21 de março de 1971, como parte das comemorações do 88º aniversário da cidade.
A Diretoria da Conferência de Santo Antonio da Sociedade São Vicente de Paulo, mantenedora do "Lar", naquela data estava assim composta: Presidente, Manoel da Cunha Caldeira; Vice-Presidente, José Celestrino; 1º Secretário, Laércio Stangherlin; 2º Secretário, Estevam Pereira; Tesoureiro, Armando Chiaramonte. Membros Ativos: Alcindo Garcia, Antonio Gallo, Genésio Milani, Hilário Mariano Bressan, João Carlos Sávio, João Eugênio Bressan, João Fonseca, João Justino da Silva, José Souza e Silva, Júlio Prestes de Lara e Taylor Augusto Guzzo.
Concluída a etapa de construção pela qual foi responsável, a Confraria Vicentina empenhou-se também para a aquisição dos móveis, utensílios, equipamentos e gêneros indispensáveis ao recebimento e manutenção dos abrigados pelo "Lar", sito à Rua Amantino de Godoy, 105.
Para administrar o funcionamento do Lar São Vicente de Paulo, os membros da Conferência de Santo Antonio elegeram, a 7 de julho de 1971 , a primeira Diretoria da entidade, composta pelos senhores: Armando Chiaramonte, Presidente; Laércio Stangherlin, Vice-Presidente; Estevam Pereira, Secretário, José Celestrino, Tesoureiro e Manoel da Cunha Caldeira, 2º Secretário.
Em 13 de julho de 1972, foi reconhecida de utilidade pública pela Lei Municipal nº 783, sancionada pelo Prefeito Dr. Wady Mucare (Dr. Duba).
A entidade, que abriga em média trinta pessoas, possui ainda sua confraria feminina, denominada "Nossa Senhora do Lar", que presta relevantes serviços a instituição e aos menos favorecidos, e é formada por dedicadas voluntárias e pelas esposas dos membros da Diretoria.
Fontes: Livro de Atas da Conferência de Santo Antonio da Sociedade São Vicente de Paulo.
Ata nº 1 da Diretoria Lar São Vicente de Paulo.
 


Lar São Vicente de Paulo

 
(Página 68)
 
< Anterior Próxima >

 
| PÁGINA INICIAL
| Prefeitura
| Secretarias
| Indicadores Municipais
| Notícias
| Editais e Licitações
| Gastos Públicos
| Legislação Municipal
| Área turismo
| TV Prefeitura
| Links úteis
| Serviços Online
| Ouvidoria


Prefeitura da Estância Turística de Barra Bonita - Pça. Nhonhô de Salles, 1130 - Cep 17340 - 000 Tel. (14) 3604 - 4000